Praça Ecologica em Batatais (SP)

Praça Ecologica em Batatais (7-17 junho 2010)

O Convivium Slow Food Campo Lindo Batatais participou a Praça Ecologica que representou um momento educativo de grande relevância. A Praça Ecológica é uma atividade inserida no Calendário Ecológico Municipal, que visa enfatizar datas ambientais de grande importância e começar a despertar a conscientização ecológica nos jovens em idade escolar e também em toda a população restante.

O objetivo é trabalhar com escolas estaduais e municipais, com crianças com aproximadamente 9 e 10 anos de idade (4º e 5º anos), incorporando de maneira efetiva o calendário ecológico nas escolas municipais e futuramente nas demais séries e escolas estaduais, além de instituições não educacionais que atendam outros públicos, outras faixas etárias que também precisam ser sensibilizadas.

Esta proposta visa ampliar as possibilidades de se trabalhar a questão ambiental nas escolas, tornando estas datas apenas marcos de trabalhos cotidianos e em constante aprimoramento, principalmente por meio de trocas de conhecimentos e experiências entre as escolas, as crianças e as entidades parceiras.

PRAÇA ECOLÓGICA

Os trabalhos foram realizados em parceria entre diversas entidades: BATEA – Batatais Educação Ambiental, SLOW FOOD Campo Lindo Batatais, Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Batatais.

A Praça foi pensada em três estações e o tema principal foi  "O resíduo solido urbano fonte de risco ambiental".

1 – DE ONDE VEM? PARA ONDE VAI?

O objetivo desta proposta visava sensibilizar e conscientizar os alunos, consumidores de produtos industrializados, geradores de resíduos, a entender o processo de consumo, através de um trabalho de Educação Ambiental com o objetivo de minimizar a quantidade de lixo nos aterros, através de uma atividade dinâmica, participativa do exercício da cidadania.

Foi simulado um supermercado com armários e prateleiras e os produtos que existem como, alimentos, garrafas de refrigerante pet, potes de iogurte, maionese, embalagens de leite, etc. Os alunos eram os consumidores, clientes do supermercado, cada um comprando com dinheiro em forma de fichas de papel. Depois se dirigiriam até um grande círculo onde com o produto em mãos foram questionados sobre a origem da embalagem e como dar uma destinação para aquele resíduo.

2 – SUCO NATURAL contra LANCHE INDUSTRIAL

Tivemos uma discussão sobre o resíduo produzido por um lanche industrial (chips, bolachas industrial, refrigerante) e o resíduo de um suco natural. Refletimos nas diferentes propriedades nutricionais e nos kilometros percorridos para chegar à nossa mesa; pensamos sobre a origem das verduras, fruta e hortaliças, provenientes dos nossos pequenos produtores locais.

Finalmente degustamos os dois sucos de beterraba e de couve.

 3 – DINÂMICA LIXO CONTRA MEIO AMBIENTE

O objetivo era desenvolver uma preocupação de preservação do meio ambiente que vivemos e se

preocupar com as pessoas que vivem em locais críticos como próximo de córregos e rios.

Tivemos uma dinâmica com dois times, cada um tinha que livrar-se da sujeira antes do outro. Aquele time que terminou de limpar e separar corretamente o lixo não reciclável do reciclável nas suas respectivas lixeiras antes foi o vencedor. Após um 15 minutos pedimos para todos pararem e sentarem e iniciamos os questionamentos:
– Será que realmente nos preocupamos em zelar pelo nosso meio ambiente?
– Será que sempre tentamos nos livrar das sujeiras em frente da nossa casa empurrando o lixo para frente da calçada do vizinho, como hoje estávamos jogando o lixo na área do outro time?
– Será que ao se livrarmos dos nossos lixos nós se preocupamos em não deixar as águas das chuvas levar esses lixos para bueiros, córregos, rios etc. provocando enchentes e inundações nas casas das pessoas que moram em locais críticos?
– Será que ao atirarmos um saco de lixo em terrenos baldios nós nos preocupamos com os moradores ao redor que ficam expostos à proliferação de insetos e ratos, causando doenças aos seus familiares?
– Será que quando chupamos uma bala, uma pastilha, um sorvete nos preocupamos em jogar a embalagem no lixo ou desistimos rapidamente de achar um lixo e jogamos a embalagem no chão?
– Que tal ao vermos um dos nossos amigos jogando a embalagem de bala no chão, chamássemos a atenção dele para guardar aquela embalagem no bolso até encontrar uma lixeira? Imagine se ele habitua-se a fazer isso e passar esses pensamentos aos conhecidos dele!

Para mais informações sobre o Calendário Ecológico entre em contato com Fulvio do Convivium Campo Lindo Batatais.

fulvioier@yahoo.it

campolindo.batatais@slowfoodbrasil.com

Deixe um comentário:

Últimas notícias

Visual Portfolio, Posts & Image Gallery for WordPress

Comida, Comunidade e Regeneração

Date 18 julho, 2022
Regeneração é o tema do Terra Madre – Salone del Gusto 2022, que tem como objetivo ressaltar o protagonismo da agricultura familiar...

Slow Food Indica

Date 16 julho, 2022
Visibilidade e acesso a mercados mais competitivos para alimentos bons, limpos e justos Mais um passo está sendo dado para qualificar a...

Intercâmbio de culturas alimentares

Date 14 julho, 2022
Jovens do povo Tremembé da Barra do Mundaú viajaram do litoral oeste do Ceará até a terra indígena do povo Tabajara do...