Slow Food organiza ciclo de conversas na Cúpula dos Povos

Em encontro promovido pelo Slow Food, diferentes convidados da Rede Terra Madre celebram o território, a alimentação e o consumo sustentáveis

O Slow Food organiza na Cúpula dos Povos um ciclo de conversas abertas ao público, no dia 19 de junho de 2012 das 17:30 às 19:30. Não é preciso fazer inscrição para participar. O programa será aberto com um panorama sobre a atuação do Slow Food no Brasil e no mundo.

Como num bate-papo, chefs de cozinha, acadêmicos, produtores e demais pessoas vinculadas à Rede Terra Madre farão apresentações de, no máximo, 10 minutos cada. O ciclo de conversas irá abordar o alimento e sua complexa cadeia de produção. Mostrará alternativas viáveis de cooperativismo, consumo sustentável, experiências concretas sobre o alimento como transformador social, finalizando com o manejo inteligente de resíduos orgânicos.

Após as palestras haverá cerca de 30 minutos para perguntas e troca de ideias com o público.

O guia Rio de Janeiro – 100 Dicas Slow Food, com sugestões sobre botecos, bares, restaurantes e projetos sociais, será distribuído aos participantes.

As apresentações terão os seguintes temas:

  1. O evento começa com um panorama sobre a atuação do Slow Food no Brasil e no mundo.

  2. Apresentação do EXPO-MOVIL, iniciativa realizada pelo Slow Food em parceria com o projeto Desarrollo Territorial Rural con Identidad Cultural (DTR-IC) e com o apoio da Ford Foundation.

  3. Sustentabilidade e Resilência de Sistemas Alimentares será abordado por Marina Vianna Ferreira

  4. Bernardo Simões e Fabiano Gregório do Convivium Mata Atlântica, em Santa Catarina, mostram como a experiência da cooperação em rede pode ajudar na valorização do território.

  5. A Produção Familiar, Tradicional e Sustentável – Caminhos e Desafios será o tema abordado a seguir por Luis Carrazza, da Central do Cerrado.

  6. Bibi Cintrão fala sobre O Co-Produtor: a Rede Ecológica e o Exemplo de uma Iniciativa de Consumo Sustentável.

  7. David Hertz apresenta a Gastromotiva: Gastronomia e Responsabilidade Social.

  8. Fechando o ciclo de conversas, Marcos José de Abreu e Grupo Revolução dos Baldinhos compartilha experiências e mostra qual destino dar aos resíduos alimentares.

Sobre o Slow Food

Slow Food é uma organização internacional sem fins lucrativos. Fundada em 1989 na Itália, está presente em 150 países e conta com mais de 100 mil integrantes distribuídos em 1.500 convivia – grupos de associados pelo mundo. Mais de 2 mil comunidades fazem parte da Rede Terra Madre, uma rede global que conecta agricultores familiares, pescadores, artesãos, acadêmicos e promove a troca de informações e experiências.

O Slow Food acredita que todos têm direito ao alimento bom, limpo e justo. Bom representando um alimento saboroso. Limpo por ter sido produzido com respeito ao meio-ambiente. Justo por ter preços acessíveis aos consumidores e honestos para os produtores

Slow Food na Cúpula dos Povos

Dia e Horário: 19 de junho, das 17:30 às 19:30
Local:
Tenda E – Chico Science
Endereço:
Aterro do Flamengo, Rio de Janeiro

 


Paola Nano
Slow Food International
Press Office Director
Via della Mendicità Istruita, 14
12042 BRA (Cn) – Italy
Tel
+39 0172 419645
Cell
+39 329 8321285
E-mail:
p.nano@slowfood.it
Skype: paolanano

Cíntia Bertolino
Rio de Janeiro – Brazil

cintia.cris@gmail.com
+55 (21) 8003-4606
Skype: cintiacrisbb


 

Deixe um comentário:

Últimas notícias

Visual Portfolio, Posts & Image Gallery for WordPress

Como a cidade pode e deve apoiar o campo?

Date 17 junho, 2022
Na busca por respostas, um consenso é de que qualquer solução passa pela mudança da forma como consumimos, produzimos e distribuímos alimentos.