Um, dois, três… Cheese!

Na pequena cidade de Bra, na Itália, de 20 a 23 de setembro 2013, vai se realizar a nona edição do Cheese, o evento internacional que acontece a cada dois anos, organizado pela prefeitura de Bra e o Slow Food, com a participação do Ministério italiano de políticas agrícolas alimentares e florestais. O evento, dedicado às diversos tipos de queijo, criou uma rede internacional de produtores e artesãos que se encontram bienalmente para apresentar os seus produtos, encontrar o público, falar sobre os velhos e novos desafios, trocar ideias sobre as leis e as perspectivas de mercado. 

No site cheese.slowfood.it, em italiano e em inglês, é possível se inscrever, reservando a própria participação nos Laboratórios do Gosto, Master of Food, Encontros à Mesa, palestras e atividades voltadas para famílias e escolas. No site há também muitas informações, constantemente atualizadas, sobre os expositores que participarão do evento. 

O tema deste ano é a Arca do Gosto, um projeto da Fundação Slow Food para a Biodiversidade, cujo objetivo é catalogar os produtos tradicionais em risco de extinção. Todos nós podemos contribuir a salvar os produtos em risco, e o Cheese 2013 promove a iniciativa Salva un formaggio! (Salva um queijo!), pedindo a todos que levem para Bra um produto considerado idôneo para subir na Arca. Preservar um queijo significa salvar raças, pastos, paisagens e saberes das pequenas comunidades, muitas vezes transmitidos de geração para geração. Mas não se falará apenas de biodiversidade: durante os quatro dias do evento, outros temas em destaque serão o leite cru e os fermentos, os pastos e a contrafação de alimentos. 

Na Gran Sala haverá 150 tipos de queijos diferentes, procedentes de vários países, com um foco especial para as Ilhas Britânicas, sugerindo combinações com mais de 800 vinhos italianos, que também estarão expostos na Enoteca que será organizada nas proximidades. 

Nas ruas do centro histórico de Bra será montado o Mercado dos Queijos, uma feira onde estarão à venda queijos, alguns dos quais dificílimos de encontrar nas lojas tradicionais, trazidos pelas comunidades do Terra Madre que chegarão dos quatro cantos do planeta, para se apresentarem e para apresentar os seus produtos aos visitantes. 

Imperdível a Via degli Affinatori (a Rua dos Afinadores), uma verdadeira galeria explicando todo o processo de produção dos queijos, destacando a importância do tempo e das condições de umidade e temperatura. Entre os mestres, Jason Hinds, figura central da Neal’s Yard Dairy de Londres, entre os melhores afinadores de queijos da Europa. 

Cheese é também uma oportunidade para apreciar as especialidades locais, aproveitando um lanche nos Quiosques de Degustação, ou nas bancas da Cozinha de Rua ou na Praça da Pizza.

Além de encontro didático e cultura, capaz de ajudar o consumidor a identificar a qualidade e permitindo uma troca com produtores e pastores, o Cheese é também um evento lúdico, onde são enriquecidos os conhecimentos, mas onde há o prazer da degustação e da descoberta. 

Nos inúmeros Laboratórios do Gosto é possível experimentar queijos franceses sob a guia de Laurent Mons e Susan Sturman, fundadores do Opus Caseus Concept; ou os queijos dos Pireneus, com Montserrat Ferrer. Serão imperdíveis os produtos da África do Sul, dos Bálcãs e de muitos outros países: aprender a conhecer a geografia de um território através dos seus produtos. 

Baixe o programa completo do site cheese.slowfood.it

Deixe um comentário:

Últimas notícias

Visual Portfolio, Posts & Image Gallery for WordPress

Como a cidade pode e deve apoiar o campo?

Date 17 junho, 2022
Na busca por respostas, um consenso é de que qualquer solução passa pela mudança da forma como consumimos, produzimos e distribuímos alimentos.