Publicação da rede Slow Food vai registrar e homenagear alimentos tradicionais da cultura baiana

Publicado originalmente no site da SDR

Arca do Gosto Baiana é o nome da publicação que vai trazer alimentos e ingredientes que fazem parte da cultura alimentar de povos da Caatinga, da Mata Atlântica, do Cerrado, áreas de mangues e costeiras e, pelo menos, 20 receitas tradicionais da cultura da Bahia. A publicação está sendo construída no âmbito do projeto “Slow Food na Defesa da Sociobiodiversidade e Cultura Alimentar Baiana”, uma ação da rede Slow Food, em parceria com o Governo do Estado, por meio do projeto Pró-Semiárido.

“Nós temos um vínculo formal com a rede Slow Food para executar diversos trabalhos, nos quais a Arca do Gosto baiana é um deles. A Bahia é um poço inesgotável de tradições na área gastronômica e cultural e no Pró-Semiárido a gente tem uma linha de trabalho interessante porque a gente tem um amplo arco de ações. A gente apoia fortemente atividades produtivas da agricultura familiar, mas também a agregação de valor por meio do processamento de produtos. E esta parceria com o Slow Food está nos dando a oportunidade de fazer um trabalho muito interessante”, destacou o coordenador do Pró-Semiárido, Cesar Maynart.

Lapa do buriti, queijo de leite de cabra cru; umbuzada sertaneja de Uauá; bode no quiabo com leite de cabra de Caldeirão Grande; e doce de lapa do buriti das comunidades dos brejos de Pilão Arcado são alguns dos produtos e receitas que fazem parte dos saberes tradicionais partilhados por famílias agricultoras que vivem nas áreas de atuação do Pró-Semiárido. O projeto é executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública ligada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) com cofinanciamento do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida).

A cartilha é a materialização do trabalho de mapeamento – realizado por agricultoras, agricultores e ativistas durante a última década – de alimentos tradicionais significativos em todo território do estado da Bahia. A partir da curadoria e revisão daqueles alimentos tradicionais inseridos no catálogo, a cartilha traz, além de ilustrações, informações sobre os territórios, questões botânicas e zootécnicas, ocorrência, além de técnicas agrícolas e usos gastronômicos.

“Foi um trabalho de muitas mãos e chegamos a 20 receitas. Para selecionar essas receitas adotamos a premissa do Slow Food do alimento bom, limpo, justo e acessível a todos. Isso quer dizer que estas receitas têm ingredientes fáceis de achar. Foi feita de um modo a apresentar a cultura local de cada canto da Bahia, a diversidade sociocultural e também na biodiversidade da Bahia. Toda essa expressão culinária, banquete do patrimônio baiano, é mantida por mulheres tradicionais como as quebradeiras de licuri, as catadeiras de umbu, as mulheres de fundo de pasto, as agricultoras familiares, pescadoras artesanais, que estão aí em todo o estado da Bahia e apoiadas pelo projeto Pró-Semiárido”, afirma Revecca Tapie, ativista do Slow Food no Brasil. 

Arca do gosto

A rede Slow Food registrou pouco mais de 200 alimentos brasileiros na Arca do Gosto, cerca de 50 deles são do território baiano. A Arca do Gosto parte de uma ideia muito simples, é um catálogo de alimentos em risco de perda cultural ou biológica. “Enquanto movimento a gente tem um olhar para as coisas de cultura alimentar e acredita que o se consumir alimentos e se conhecer alimentos, os métodos de cultivo e de preparo, é uma salvaguarda de alimentos que se perdem por diversos motivos”, explica Ligia Meneguello, coordenadora de programa da rede Slow Food no Brasil.

Leave a Comment:

Últimas notícias

Visual Portfolio, Posts & Image Gallery for WordPress

Dona_joana_manue_foto_Jussara_Dantas

Três vezes manuê

Date 1 dezembro, 2022
O manuê ou manauê é um bolo de milho e melado de cana com muito sabor e muita história. Faz parte do...

WhatsApp-Image-2022-11-17-at-16.22.06

“É preciso mudar radicalmente o sistema alimentar vigente”, defende Carlo Petrini, fundador do movimento Slow Food, em evento realizado em São Paulo no início de novembro de 2022.

Por mais ativismo alimentar na gastronomia

Date 18 novembro, 2022
“É preciso mudar radicalmente o sistema alimentar vigente”, defende Carlo Petrini, fundador do movimento Slow Food, em evento realizado em São Paulo...

taioba Festival Arca do Gosto 2016

Festival Arca do Gosto

Date 16 novembro, 2022
O Festival Arca do Gosto é um festival ecogastronômico voltado para a sensibilização de restaurantes e comensais sobre a biodiversidade e os...