Reunião promove debate sobre compras coletivas em Salvador (BA)

Facilitação gráfica: Revelando Ideias

Mais de 25 pessoas, entre membros da Comunidade Slow Food Alguidá, empreendimentos da agricultura familiar e economia solidária, gastrônomos e chefes de restaurantes de Salvador (BA), estiveram na reunião virtual “Compras coletivas em Salvador – aproximando os nós da rede Slow Food na Bahia“, realizada no dia 23 de julho. Com a proposta de debater sobre a aproximação campo-cidade, produtores e consumidores (co-produtores), o encontro teve o objetivo de fomentar a organização de grupos de consumo responsável e iniciativas de compras coletivas de produtos oriundos das Comunidades e/ou Fortalezas Slow Food da Bahia.  

Para Nathan Dourado, integrante da equipe do projeto “Slow Food na defesa da sociobiodiversidade e cultura alimentar baiana”, a proposta nasce de um desejo do Slow Food pela aproximação campo-cidade, produtor-consumidor, e articulação dos nós da rede em prol da massificação do consumo de alimentos bons, limpos e justos para todos/as. “Os mercados devem ser vistos como espaços que extrapolam a função de venda e escoamento da produção. Somos movidos pelos vínculos de proximidade, interação direta com os produtores e participação ativa, pelos laços de confiança e solidariedade, pelos alimentos bons, limpos e justos, pelo movimento consumidores-cidadão, pela politização do consumo e pelos preços mais acessíveis”, ressalta. 

Facilitação gráfica: Revelando Ideias

Após uma rápida apresentação dos participantes, Dourado apresentou um levantamento dos produtos, como os das Fortalezas do Umbu e do Maracujá-da-Caatinga, com as cervejas artesanais, doces, entre outros produtos beneficiados e comercializados pela Coopercuc (Cooperativa Agropecuária Familiar de Canudos, Uauá e Curaçá); da Fortaleza do Licuri, com seus derivados produzidos pela  Coopes (Cooperativa de Produção da Região Piemonte da Diamantina); da Fortaleza do Cacau Cabruca do Sul da Bahia, com o chocolate do Assentamento Dois Riachões (Ibirapitanga-BA); da Comunidade Fundo de Pasto Melancia (Casa Nova-BA), com queijo de leite de cabra, mel, carne de caprino e ovino; Comunidade Quilombola Kaonge (Cachoeira – BA), com ostra e sururu, azeite de dendê, óleo de coco e mel de abelha. Também entraram nesse cardápio os produtos da Associação Comunitária Brejo Dois Irmãos (Pilão Arcado-BA), como a cachaça brejeira, a rapadura, além de doces e licor de  buriti, que ainda não são Fortaleza, mas seguem no caminho para essa articulação. 

Ao final, ficou acordada a elaboração de um questionário que possibilite a manutenção do diálogo entre o grupo para implementação das compras coletivas em Salvador, bem como a produção de um material de divulgação com informações das comunidades e Fortalezas Slow Food da Bahia . A atividade foi uma iniciativa do projeto Slow Food na defesa da sociobiodiversidade e cultura alimentar baiana, que conta com a parceria do Pró-Semiárido, projeto executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública ligada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) com cofinanciamento do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida).

Comments:

Alessandro
17 de agosto de 2021

Parabéns pelas atividades desenvolvidas e para a iniciativa da reunião virtual.

Leave a Comment:

Últimas notícias

Visual Portfolio, Posts & Image Gallery for WordPress

Dona_joana_manue_foto_Jussara_Dantas

Três vezes manuê

Date 1 dezembro, 2022
O manuê ou manauê é um bolo de milho e melado de cana com muito sabor e muita história. Faz parte do...

WhatsApp-Image-2022-11-17-at-16.22.06

“É preciso mudar radicalmente o sistema alimentar vigente”, defende Carlo Petrini, fundador do movimento Slow Food, em evento realizado em São Paulo no início de novembro de 2022.

Por mais ativismo alimentar na gastronomia

Date 18 novembro, 2022
“É preciso mudar radicalmente o sistema alimentar vigente”, defende Carlo Petrini, fundador do movimento Slow Food, em evento realizado em São Paulo...

taioba Festival Arca do Gosto 2016

Festival Arca do Gosto

Date 16 novembro, 2022
O Festival Arca do Gosto é um festival ecogastronômico voltado para a sensibilização de restaurantes e comensais sobre a biodiversidade e os...