Território e Cultura Alimentar no Ceará

O projeto Território e Cultura Alimentar no Ceará propõe ações junto às comunidades do povo Tremembé da Barra do Mundaú e do povo Tabajara de Quiterianópolis, com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento territorial e para a valorização da cultura alimentar e da biodiversidade local. Acreditando no potencial da juventude para a transformação de suas realidades, propõe também trocas de experiências entre jovens rurais de diferentes territórios do Ceará e da América Latina, utilizando a ecogastronomia e a educação alimentar e do gosto como ferramentas para gestão do conhecimento e valorização dos seus modos de vida. O projeto é uma realização da Associação Slow Food do Brasil (ASFB) e do AKSAAM – FIDA e UFV, em parceria com os projetos Paulo Freire (FIDA), São José (Banco Mundial) e a Escola de Gastronomia Social do Ceará.