Lançamento do livro: Caracol de Práticas Educativas

Livro Caracol de Práticas Educativas produz e compartilha diversas metodologias para EAN.

A Comunidade Slow Food Brasil Educação, grupo de trabalho temático da rede brasileira do Slow Food, está lançando seu primeiro livro de autoria coletiva, o Caracol de Práticas Educativas, publicado pela Associação Slow Food Brasil com o apoio da cooperação internacional Misereor.

A publicação é uma teia de ideias e propostas metodológicas que resulta de oito anos de intercâmbios entre educadores e educadoras com diferentes atuações que exploram de forma profunda e indisciplinar as conexões entre comida e educação. “Para nós, a conversa entre educação e alimentação é infinita, surpreendente e bela. O ato de comer é algo universal, comum à vida de todas as pessoas em todas as partes do mundo, portanto, fonte renovável de possibilidades de construir e compartilhar conhecimento.” (CSF Educação)

O conteúdo do livro, assim como o do documentário Nhandereko: comida e educação (disponível no youtube do Slow Food Brasil), produzido numa mesma iniciativa, alinha os princípios da educação do gosto abordados globalmente pelo movimento Slow Food à construção e afirmação de políticas públicas de segurança e soberania alimentar e nutricional (SSAN) no Brasil. Se inspira principalmente na construção das noções de Educação Alimentar e Nutricional (EAN) e Comida de Verdade, assim como no Guia Alimentar para a População Brasileira do Ministério da Saúde.

São direcionados a um público muito amplo, quando expandem a ideia de educador alimentar para todo e qualquer ator e espaço envolvido por sistemas alimentares. Assim, professoras da rede pública, projetos socioambientais, mães e pais, comunicadorxs, cozinheirxs, agricultorxs, profissionais da nutrição, saúde, assistências social, estão todos e todas convidados a fazer parte deste CARACOL.

As práticas educativas apresentadas no livro conversam com as diversas temáticas presentes em campanhas e programas do Slow Food. “Encontram no alimento um caminho repleto de veredas para se educar, uma educação que se sustenta na experiência e no afeto como fontes sutis e potentes de transformação. Uma educação que emancipa e que nos prepara para a transição ecológica necessária à vida em nosso tempo.” (CSF Educação)

É possível baixar o livro Caracol de Práticas Educativas clicando aqui. Já o documentário Nhandereko: comida e educação está disponível no canal do Youtube do Slow Food Brasil. Bom apetite!

Deixe um comentário:

Últimas notícias

Visual Portfolio, Posts & Image Gallery for WordPress