Arca do Gosto

Alimentos tradicionais, como frutos, grãos, sementes, raças animais, queijos e muitos outros estão desaparecendo aos
milhares no mundo todo.

Alimentos tradicionais, como frutos, grãos, sementes, raças animais, queijos e muitos outros estão desaparecendo aos
milhares no mundo todo.

Junto com eles, desaparecem também os saberes e as técnicas que os criaram. Um patrimônio comum de cultura e de biodiversidade.

Junto com eles, desaparecem também os saberes e as técnicas que os criaram. Um patrimônio comum de cultura e de biodiversidade.

O que é a Arca?

A Arca do Gosto é um catálogo mundial que identifica, localiza, descreve e divulga alimentos especiais ameaçados de extinção. Sabores quase esquecidos, mas ainda vivos, pelas mãos e sabedoria de poucos mestres artesãos, agricultores, produtores e cozinheiros. Muitos deles, alimentos com potenciais produtivos e comerciais reais.

Desde o início da iniciativa em 1996, 5199 produtos de dezenas de países foram integrados à Arca. Este catálogo constitui um recurso para os interessados em conhecer, recuperar e preservar espécies e raças autóctones, cultura e saberes tradicionais e aprender a verdadeira riqueza de alimentos que a terra oferece.

Breve História

A idéia de adotar esta metáfora bíblica para o alimento veio em 1996 e a primeira lista de produtos foi levantada espontaneamente. Em seguida, a Comissão Científica da Arca do Gosto criada na Itália definiu os critérios para selecionar os produtos para o projeto. Resumidamente, os critérios são: qualidades gastronômicas especiais, ligação com a área geográfica local, produção artesanal e com ênfase na sustentabilidade, e o risco de extinção.

Uma vez estabelecidos os critérios, o trabalho começou: a rede Slow Food mundial – líderes de comunidades, membros, apoiadores e especialistas – preencheram formulários e enviaram amostras para degustação. Em poucos anos a Comissão Italiana avaliou e selecionou cerca de 500 produtos.

O trabalho se mostrou efetivo. Comissões nacionais foram formadas em muitos países do mundo afora. Os primeiros países a iniciarem o trabalho foram Estados Unidos e Alemanha, seguidos pela Suíça, Holanda e França.

Em outubro de 2002 representantes de todas as comissões se encontraram no Salone del Gusto em Turim (Itália) e uma Comissão Internacional foi formada para encorajar a atividade no mundo todo. A Comissão Internacional permite que os países troquem experiências e apoia a formação e o trabalho nas várias comissões nacionais. Ela também pode selecionar produtos para a Arca de países onde não há uma comissão local, ou onde o Slow Food ainda não tem uma base de membros.

A partir de 2017, com o apoio do projeto Alimentos Bons, Limpos e Justos: Ampliação e Qualificação da Participação da Agricultura Familiar Brasileira no Movimento Slow Food, uma grande investida foi feita por membros da rede, Facilitadores, Núcleo Gestor e parceiros para inserção de novos produtos. Como resultado 70 novos produtos embarcaram no catálogo, somando 200 alimentos brasileiros.

Atualmente, o trabalho continua de forma voluntária, organizado por membros apaixonados pelo projeto e apoiadores.

Como inscrever um produto?

Qualquer pessoa pode indicar um produto para compor o catálogo da Arca do Gosto. Antes de tudo, é importante verificar se o alimento já faz parte do catálogo, em seguida reunir as informação para a candidatura e preencher a ficha de inscrição.

Critérios de seleção

Na Arca, embarcam alimentos que apresentam risco biológico de extinção, mas também produtos beneficiados, pois junto com a biodiversidade desaparece a cultura a ela atrelada, como queijos, carnes curadas, pães, embutidos e outros alimentos que são a expressão de saberes rurais e artesanais complexos, frutos de habilidades e práticas desenvolvidas e transmitidas há gerações por registros escritos ou pela oralidade.

A indicação de um produto deve seguir algumas regras gerais:

Os alimentos que embarcam na Arca do Gosto pertencem à comunidade, ao território onde nasceram e se desenvolveram, às gerações que os transmitiram e que os conservaram. Não podem ser uma marca comercial registrada, nem uma propriedade privada de um único produtor ou de uma empresa.

Os produtos devem ter uma qualidade organoléptica especial, definida pelas tradições e usos locais.

Os produtos podem ser ligados a território, memória, identidade e saberes locais tradicionais de uma comunidade.

Os produtos devem ser produzidos em quantidades limitadas.

Colabore com o programa

Ajude a manter a pesquisa, publicação e divulgação deste projeto! Faça uma doação.

.

Produtos brasileiros na Arca do Gosto

Categorias:

.

Alguma dúvida, comentário ou sugestão?

O projeto da Arca do Gosto tem voluntários que trabalham organizando o conteúdo, verificando as informações e acolhendo as inscrições, comentários e dúvidas pelo site. Entre em contato!

Calendários Arca do Gosto 2017

Colabore com a Arca!

Você pode ajudar este projeto doando ou levantando recursos que irão para o desenvolvimento das atividades e publicações.